Parcerias

15 maio 2011

Hegemonia do Champ19ons United supera o Livepool




O feito conseguido pelo Liverpool entre as décadas de 1970 e 1980 no Campeonato Inglês parecia difícil de ser repetido. Em um período de 18 anos – de 73 a 90 – os ‘Reds’ conquistaram 11 títulos nacionais, firmando-se como os maiores campeões disparados da competição.

No início dos anos 90, os concorrentes estavam bem distantes, com o arquirrival Everton nove troféus atrás, e o Arsenal, a oito. O adormecido United, na época campeão pela última vez só em 1967, sequer representava uma ameaça: estava a 12 conquistas do recorde.

Pois o Manchester United acordou e não só foi capaz de repetir tal hegemonia, como a superou. Ao ganhar a taça desta temporada com o empate com o Blackburn, nesse sábado, o time do técnico Sir Alex Ferguson chegou a uma sequência ainda mais grandiosa que a do rival e levou o United ao posto de maior vencedor da história do Campeonato Inglês.
Até o ano passado, os números da equipe de Manchester eram exatamente iguais aos do Liverpool: 11 títulos em 18 anos. Agora a marca se estende um pouco mais e, no total, os ‘Red Devils’ chegam a 19 troféus, um a mais que a equipe de Anfield Road.

Alex Ferguson, a lenda viva do United
Alex Ferguson, a lenda viva do United
 
Não é errado dizer que foi o time de Alex Ferguson que conquistou esse domínio nos gramados da Terra da Rainha. O treinador está no comando do United desde 1986. E tão impressionante quanto o tempo de serviço e o currículo do escocês por um mesmo time é saber que dois jogadores mantiveram-se no grupo desde o primeiro título inglês.

Aos 36 e aos 37 anos, respectivamente, Paul Scholes e Ryan Giggs também podem se sentir donos dessa hegemonia. Ambos defendem o United desde o início de suas carreiras e seguem tendo papel ativo na equipe até hoje. Scholes, jogador profissional do clube desde 1993, participou de 25 das 37 partidas do time no Campeonato Inglês desta temporada, sendo 20 delas como titular. Fez um gol e deu quatro assistências.

Giggs tem desempenho ainda mais impressionante. No United desde 1991, o galês é considerado titular no grupo de Ferguson e justifica essa posição com técnica apurada pelo tempo e fôlego de garoto. Ele começou jogando em 24 partidas da competição – foram 30 atuações no total -, marcou dois gols e aparece na lista dos principais passadores da disputa: deu oito assistências.

Titular novamente diante do Blackburn ainda teve disposição para comemorar mais uma conquista com os torcedores que foram à casa do adversário. "É um prazer jogar nesse time brilhante."

Aos 37, Ryan Giggs segue sendo muito útil ao United

0 comentários:

Postar um comentário