Parcerias

29 maio 2011

Ceará supera Internacional no Beira-Rio

Iarley ceará gol internacional (Foto: Edu Andrade / Agência Estado)

Com um gol do ex-colorado Iarley, que foi homeageado pela diretoria do Colorado antes do jogo, o Ceará venceu o Inter em Porto Alegre por 1 a 0, nesta noite de sábado, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante, um dos heróis da conquista do Mundial de 2006, entrou no segundo tempo e ficou até constrangido após fazer o gol que decidiu a partida.

Foram os primeiros três pontos do Ceará na competição. O Inter, que havia empatado na estreia contra o Santos, tem apenas um ponto na competição.

No próximo final de semana, o Ceará recebe o Botafogo às 18h30m de sábado. Domingo, o Inter enfrenta o América-MG em Campo Grande (MS), no mesmo horário.

Gelado

Tão frio quanto a orla do Guaíba, onde fica o estádio colorado não por acaso apelidado de Beira-Rio, foi o primeiro tempo do confronto. Talvez intimidados pelo gélido vento característico do outono gaúcho, jogadores de Inter e Ceará pouco se movimentaram.

Ambos posicionaram-se em rígidos e idênticos sistemas táticos. Inter e Ceará optaram pelo 4-4-2 com meio-campo em losango, o que configurou confrontos individuais - principalmente com o volante Michel perseguindo o articulador D'Alessandro.


Com as equipes 'encaixadas', somente lampejos de técnica individual proporcionaram relativa emoção. Leandro Damião e Zé Roberto estimularam Fernando Henrique a protagonizar suas tradicionais defesas acrobáticas quando partiram para o drible e para o chute.

Faltou ao Inter aquela compactação tantas vezes defendida por Falcão. O treinador tentou correções, e em momento de bola parada ofensiva chegou a convocar Lauro para passar instruções, transmitidas pelo goleiro aos demais. Lento, entretanto, o time deixou o campo sob algumas vaias.

Desculpas

Antes da partida o Inter homenageou Iarley. Reserva no Ceará, há cinco anos ele foi personagem de alta relevância na conquista do Mundial de Clubes da Fifa. Foi de Iarley o passe para o gol antológico de Adriano Gabiru, decretando a vitória colorada por 1 a 0 sobre o Barcelona.


Aos 17 do segundo tempo ele foi chamado pelo técnico Vágner Mancini. Substituiu Geraldo, como ponta de lança do meio-campo cearense. Dois minutos depois, voou na bola para completar cobrança ensaiada de escanteio, marcando o gol da vitória dos visitantes.

Na comemoração, Iarley não disfarçou o constrangimento. Correu timidamente de braços abertos, celebrando com os companheiros em frente aos mais de 50 torcedores do Vozão. Depois, ergueu os braços e aplaudiu os colorados das sociais do Beira-Rio, como quem pede desculpas.

Falcão reagiu. Imediatamente trocou o volante Bolatti pelo centroavante Gilberto, configurando um 4-3-3. Mas a torcida queria Oscar, que teve o nome insistentemente gritado até ser chamado pelo treinador colorado. Ele entrou para a saída de D'Alessandro, que chegou a ser vaiado também. Mas o Ceará conseguiu controlar os anfitriões, evitando qualquer tentativa de pressão colorada, mesmo com seis minutos de acréscimos.

Internacional 0 x 1 ceará
Lauro; Daniel (Glaydson), Bolívar, Rodrigo e Kleber; Bolatti (Gilberto), Guiñazu, Tinga e D’Alessandro (Oscar); Zé Roberto e Leandro Damião. Fernando Henrique; Murilo, Fabrício, Erivélton e Vicente; Michel, João Marcos, Eusébio (Heleno) e Geraldo (Iarley); Osvaldo e Marcelo Nicácio (Washington).
Técnico: Falcão. Técnico: Vágner Mancini.
Data: 28 de maio de 2011. Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Árbitro: Célio Amorim, auxiliado por Kleber Lucio Gil e Marco Antonio Martins (trio catarinense).
Gol: Iarley (Ceará), aos 19m do segundo tempo.
Cartões amarelos: Bolatti e Daniel (Inter); Eusébio, João Marcos e Osvaldo (Ceará). Cartão vermelho: Washington (Ceará)
Público: 15.412 torcedores. Renda: R$ 185.605,00.

0 comentários:

Postar um comentário